Seja bem-vindo(A) WELCOME

Entenda a influência da sustentabilidade no segmento logístico.

Autor: Equipe JSL - 10 de abr de 2022

Adotar práticas de sustentabilidade no serviço de logística é fundamental para trazer benefícios para o meio ambiente e um grande diferencial para sua empresa!

Todos os anos, há diversas mudanças na sociedade. Novas tecnologias são criadas, pautas são debatidas nos principais fóruns e ações são tomadas. Tudo isso com um único objetivo: continuar evoluindo.

Atualmente, um dos assuntos mais debatidos é a sustentabilidade. Isso porque, as grandes emissões de gases poluentes, provenientes, principalmente, dos veículos automotores, estão fazendo mal ao meio ambiente e provocando muitas mudanças climáticas. Por essa razão, cientistas do mundo inteiro têm buscado formas de fazer do planeta um lugar melhor.

Além disso, a adoção de práticas sustentáveis está transformando a realidade de muitas empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes, mas qual a influência da sustentabilidade no segmento logístico.

Qual o objetivo do setor logístico?

Antes de entendermos sobre essa influência, é preciso saber que o segmento logístico tem como principal objetivo coordenar todas as etapas do transporte de mercadorias, de um modo que atenda as necessidades dos clientes.

Com isso, podemos dizer que a logística envolve todo um processo de planejamento e execução do armazenamento e transporte de produtos, seja para o mercado interno ou externo.

É importante compreender que nesse procedimento, com muitas etapas, há a gestão de estoque, previsão de demandas, transporte de mercadorias, dentre outros, mas qual a relação entre a logística e a sustentabilidade?

Relação entre a sustentabilidade e o segmento logístico

Com o objetivo principal de realizar um transporte efetivo de mercadorias, garantindo que cheguem ao cliente final, é preciso ter uma frota de veículos para se locomoverem das empresas até o destino. No entanto, os veículos são um dos maiores emissores de gases poluentes.

Segundo dados do Instituto de Política de Transporte e Desenvolvimento (ITDP, em inglês), por exemplo, quase metade (48%) das emissões no Brasil estão ligadas ao setor de transporte.

Tendo isso em vista, a degradação do meio ambiente também está relacionada ao setor logístico, e a sustentabilidade é o melhor caminho para mudar esse cenário.

Isso porque, as práticas sustentáveis lidam com uma melhor utilização dos recursos, promovendo a preservação do meio ambiente através do reflorestamento, diminuição do uso de plástico, redução do uso de combustíveis fósseis, entre outros, mas como aplicar isso na logística?

Logística reversa

Sendo um grande diferencial para as empresas, a logística reversa é uma prática que faz bastante diferença não só para meio ambiente, mas também para a sociedade, por meio do reaproveitamento de alguns recursos e materiais, reciclagem de equipamentos que estão no fim da sua vida útil e também com a devolução de produtos.

Dessa maneira, podemos dizer que a logística reversa é a reintegração da mercadoria à cadeia produtiva, como uma garrafa de vidro reciclável, uma latinha de refrigerante, entre outros. Ao fazer esse reaproveitamento, a empresa está reduzindo a produção desses materiais e ajudando na preservação do meio ambiente.

Veículos com baixas emissões de gases poluentes

A evolução da tecnologia nas últimas décadas permitiu a existência de veículos que não precisam de combustíveis fósseis para se locomover, como os elétricos.

A modalidade de transportes que se locomovem através da utilização de energia elétrica como combustível ajuda na redução da emissão de gases poluentes e reduzem os gases causadores do efeito estufa.

Dessa forma, a utilização deles como meio de transporte de mercadorias é uma prática sustentável para ser adotada pelo setor logístico, visto que esse tipo de automóvel tem se provado bastante eficiente, e a tendência é que o seu uso cresça ainda mais pelo mundo.

Melhor planejamento de rotas

Quando falamos do setor logístico e do processo de entrega de mercadorias, uma de suas principais etapas, sem dúvidas, é o planejamento da rota. Por meio dele, é possível definir trajetos que podem diminuir tanto o tempo de entrega, como o uso de combustíveis fósseis e, consequentemente, reduzir as emissões de gases poluentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

JSL S.A. © 2022 | Todos os direitos reservados Termos e Condições
A JSL usa cookies para melhorar a sua experiência em nosso serviços.
Ao continuar, você concorda com a utilização destes cookies. Saiba mais.